quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Bike Luz, no estilo alternativo

Há um certo tempo que tomara o conhecimento deste caminho, o Caminho da Luz. 

No meu caso, seria uma proposta mais viável se comparada à Estrada Real, tanto por preparação física, pela proximidade da minha cidade quanto a disponibilidade de um apoio oficial, que leva suas 'tralhas de viagem'. Assim que visualizei que o evento acontecia utilizando quatro dias rapidamente me imaginei aproveitando um feriado prolongado, e assim começaram os planos: ir sozinho, o que levar, bike mais mtb ou a híbrida velha de viagem? A ideia amadureceu e com ela o interesse de alguns amigos. 

Entrei em contato com a operadora para pagar as taxas e me sentir confortável, pois teoricamente não carregaria peso, não precisaria procurar hospedagem e curtiria mais as 'trilhas'. Infelizmente o 'castelinho de areia' se desfez, a operadora mandou os valores e o que teríamos de direito... fora a hospedagem garantida, nada mais e com a desculpa de não ser 'vantajoso' dar apoio a um pequeno grupo. 

Certo do que queria, decidi que faria ou faríamos (sim no plural já que teria mais dois companheiros) o caminho com nosso próprio esforço e conta, como nos post´s a seguir. 

Até

2 comentários:

  1. Caro amigo voce teria o track do caminho procurei no site deles e nao achei grato

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente perdi todo o track deste caminho.

      Excluir