quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Mais uma velha em casa...GT Timberline FS 95

Assim como no futebol, no mundo das bikes também ocorrem substituições!

Acontece que a minha bike Volare não estava me deixando tão satisfeito assim pelo simples fato de não possuir furações no quadro para uma coerente fixação de bagageiro, sendo assim a única alternativa era instalar diretamente no eixo, o que me rendeu a troca de um cubo no passeio que fiz até Ilha Grande, em Maio de 2009 (relatado aqui no blog). 
foto da instalação no eixo

E ainda existia o inconveniente de ter que tirar o bagageiro para eventual manutenção do pneu. Depois tentei adaptações com braceletes e presílias junto ao quadro, mas sem sucesso, pois forçava demasiadamente o quadro, então resolvi colocá-lo a venda e assim dar uma melhorada na Caloi, velha de guerra, mas que receberia ótimos componentes com a venda da Volare.
a felizarda que sofreria as mudanças

Enfim, como nada é por acaso, ao anunciar minha bike, recebi a proposta de troca por uma GT (velha). Após algumas negociações, realizamos o escambo sendo um atrativo para todos. Por um lado, estava com uma bike dentro dos moldes atuais mas queria uma bike com que pudesse instalar o bagageiro sem dificuldades; por outro, o cara estava com uma bela bike com ótimos componentes porém, velha com componentes da década de 90 (muito bons por sinal).


E assim, no último dia 01 de agosto, a GT Timberline FS all terra, chegou.


Com grupo Alívio/STX e cubos Paralax, esta será a bike que utilizarei quando fizer passeios por estradas mais remotas:


Seguem as fotos




A coisa que terei de fazer é a troca desse passador, que está em perfeito funcionamento, e a manete
Fora isso, está perfeito... no mais, apenas itens de conforto.
E a roda que veio, mandarei para limpeza e lubrificação dos cubos para desencargo...
Fica então registrado a chegada dessa nova velha bike.

Até!


P.s.: A caloizinha não foi esquecida, sofrerá modificações mesmo para uso diário, será minha Comuter Bike e merecerá um post à parte!



4 comentários:

  1. Mas que beleza de velha, hein? Sabes que sou suspeito para falar desta geração de bikes, com certeza esta será importante em tuas grandes aventuras. Quem sabe um dia combinamos uma por este mundo afora... :) Um abraço

    ResponderExcluir
  2. Pois é! Essa bike sempre foi um sonho de consumo!!

    ResponderExcluir
  3. Tenho uma GT Timberline 2001, adoro a bike, tenho curiosidade de saber quanto pesa meu quadro?? Um Abraçao

    ResponderExcluir
  4. Tenho um GT All Terra Timberlina FS 95, verde...já estou com ela a 15 anos...é um show de bike

    ResponderExcluir